Tentativa de assalto acaba em agressão física brutal em Maputo

Segundo a informação avançada pelo Jornal @verdade, Um cidadão de aparentemente 28 anos de idade, cuja identidade não apurámos, escapou de um linchamento depois de ter sido surpreendido a perseguir uma jovem que se dirigia ao trabalho, com o intuito de arrancá-la os seus pertences, na manhã da última sexta-feira (11), no bairro George Dimitrov, em Maputo.

Segundo contou a vítima, por volta das 04h40 daquele dia, após percorrer mais de dois quilómetros, da sua casa em direção ao serviço, ela foi interceptada por um jovem que lhe abordou gentilmente e procurou saber das horas.

“Ele parecia-me uma pessoa bem intencionada e quando eu estava a tirar o telefone para lhe dizer a hora, ele arrancou a minha bolsa e fugiu”, narrou a cidadã, acrescentando que quando o suposto larápio tentativa se colocar ao fresco, “tropeçou e caiu enquanto eu gritava pelo socorro. Muita gente saiu para acudir e ele foi neutralizado”.

O indivíduo foi submetido à tortura física e psicológica por um grupo de populares que, com paus e outros instrumentos contundentes em punho, pretendia acabar com a sua vida. O pior não aconteceu porque o jovem foi acudido pelos transeuntes e supostamente encaminhado para unidade sanitária. “Eles disseram que o que as pessoas estavam a fazer era crime (…)”.

O @Verdade contatou a Polícia da 15a esquadra, área de jurisdição do bairro George Dimitrov, e ficou a saber que não tomou conhecimento da ocorrência em alusão, o que sugere que a vítima não registou queixa nem as pessoas que supostamente socorreram o indiciado não o levaram às autoridades.

Refira-se que, segundo o informe anual da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a situação da justiça em Moçambique, apresentado ao Parlamento, em Abril passado, o sistema penitenciário, onde existem 18.185 presos, contra uma capacidade de 8.188, alberga pelo menos 63,7 porcento de jovens delinquentes com menos de 35 anos de idade.

Fonte: @verdade



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *