Democratas acusam Trump de alimentar racismo

A líder democrata na Câmara de Representantes norte-americana, Nancy Pelosi, acusou este domingo o Presidente, Donald Trump, de “alimentar o fogo da intolerância e do racismo”, um ano após a marcha de supremacistas brancos em Charlottesville, onde morreram três pessoas.

“Desde o princípio, o Presidente mostrou um desdém total pelos nossos valores e alimentou o fogo da intolerância e do racismo”, afirmou Pelosi, líder da minoria democrata na Câmara de Representantes, num comunicado.

“A administração [de Donald Trump] transformou a intolerância do Presidente numa agenda vergonhosa e intolerante que provocou uma ‘marcha-atrás’ no incrível progresso que tínhamos alcançado para consumar a promessa de igualdade e oportunidades na nossa nação”, referiu.

Trump condenou este sábado, numa mensagem divulgada no Twitter, “todo o tipo de racismo” e instou os norte-americanos a unirem-se “enquanto nação”. Esta mensagem do chefe de Estado norte-americano contrasta com as controversas declarações que fez, há quase um ano, quando responsabilizou pela violência tanto os grupos neonazis como os manifestantes de esquerda que protestaram em Charlottesville, assegurando que havia pessoas “muito boas” entre os supremacistas


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *