Florindo Nyusi envolvido em briga numa casa noturna, e seus oponentes acabam com casa cercada por militares no dia seguinte

Florindo Nyusi continua em voga, e desta vez não é pelos carros luxuosos, nem por andar em contra – mão e em alta velocidade.

Segundo a informação avançada pelo canal de Moçambique e Noticia, Florindo Nyusi envolvido em briga numa casa noturna, e seus oponentes acabam com casa cercada por militares no dia seguinte. O Estado foi mobilizado para atender a uma guerrinha do “Principe do Planalto”.

Provavelmente, se os seus oponentes fossem anónimos, ninguém daria conta. Mas os seus oponentes foram, os filhos mais novos de Salimo Abdula, actua PCA da vodacom, que teve sua casa cercada por elementos da casa militar que fazem segurança de Florindo Nyusi, e alguns agentes da PIC queriam os dois filhos de Salimo Abdula, por se terem envolvido em brigas de festa com Florindo.

Tudo começou numa casa nocturna muito conhecida, numa sexta-feira de Fevereiro dessa ano. Florindo Nyusi e seu bando, com quem gasta rios de dinheiro pelo qual, nunca trabalha, estavam lá, primeiro para a habitual exibição de viaturas de luxos, ao chegar no parque de estacionamento.

No local também, estavam os filhos mais novos de Salimo Abdula, também são conhecidos por perfilarem nas suas garagens viaturas de alta cilindrada e comandarem as noites de Maputo, sendo o mais velho Jair Abdula (mais conhecido por Jay), o que dá mais nas vistas em vidas largas. Mas no referido dia quem estava na noite eram os dois filhos mais novos nomeadamente Jameel Abdula e Jahed Abdula(conhecido como Jiyaad), estes tem (ou melhor tinham), uma relação de amizade com Florindo Nyusi até a noite desse dia.

A sua amizade é fundada nas habituais caravanas de ostentação da riqueza dos pais através de circuítos de viaturas de Luxo.

Naquele dia, segundo nos contou um funiconário de segurança da referida casa nocturna, um mal entendido que ninguém sabe explicar bem, acabou num empura-empura e palavrões entre as partes e o funcionário de segurança dos filhos de Salimo Abdula, envolveu-se em pancadaria com os agentes de segurança do Florindo, mas depois com a intervenção dos seguranças da casa nocturna, os dois bandos foram separados e um deles abandonou o local.

Uma fonte da casa militar contou ao Canal de Moçambique, que no dia seguinte, quando se ficou a saber que Florindo se envolvera em pancadaria houve uma ordem para se identificar as pessoas com quem Florindo se envolveu. Em 1º lugar, tratou-se de identificar o funcionário de segurança dos filhos de Salimo Abdula, que foi raptado no dia seguinte e ficou desaparecido por mais de 48h. Mas depois apareceu com vida “certamente que foi torturado e nem quer falar sobre onde estava quando desapareceu”, disse a nossa fonte.

Fonte: Noticia e Canal de Moçambique





Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *