Marcelo atende ao pedido de Cristiano Ronaldo: “Já já estaremos junto de novo mano

Marcelo usou as redes sociais para se despedir do português depois da transferência para a Juventus mas em Itália há quem diga que o defesa brasileiro pode seguir os passos de Cristiano Ronaldo e ir para Turim.

Quando se soube que Cristiano Ronaldo ia jogar na Juventus a troco de mais de 100 milhões de euros, as reações à transferência começaram logo a surgir, desde as despedidas de Sergio Ramos ou Theo Hernández até às boas-vindas dadas por Paulo Dybala ou Sami Khedira. Houve uma que demorou mais tempo mas que era quase uma inevitabilidade: a mensagem de Marcelo, o defesa esquerdo com quem o avançado português estabeleceu uma das suas maiores amizades em Madrid.

O brasileiro usou as redes sociais para, já esta quinta-feira, se despedir do capitão nacional, falando de quase “dez anos de alegria, bom futebol, vitórias, derrotas e momentos maravilhosos” ao lado de Cristiano Ronaldo. “Quando eu parar de jogar vou sentar-me no bar a tomar uma cerveja e vou contar várias historias e mostrar todas as nossas fotos”, escreveu Marcelo, para logo de seguida termina como um “já estamos juntos de novo”

Ora, esta última frase tanto pode não querer dizer nada de especial como pode querer dizer alguma coisa. Ontem, o programa de televisão italiano Sports Mediaset e jornal Gazzetta dello Sport falaram num possível interesse da Juventus em Marcelo. Além disso, Cristiano Ronaldo teria mesmo pedido e recomendado aos responsáveis bianconeri a contratação do defesa esquerdo, caso o plantel sentisse essa lacuna.

No entanto, uma eventual tentativa para levar Marcelo para Turim teria que passar primeiro pela venda de Alex Sandro, de forma a libertar uma vaga no lado esquerdo da defesa. Nesse sentido, a Vecchia Signora poderia contar com o eventual interesse de Manchester United ou PSG no jogador contratado ao FC Porto no verão de 2015 por 26 milhões de euros.

Mas mesmo que esta questão seja resolvida, nada garante que a transferência fique mais facilitada. Além do elevado valor da cláusula de rescisão do brasileiro (180 milhões de euros), os responsáveis dos campeões europeus entendem que não há, de momento, uma alternativa válida a Marcelo, pois consideram que Theo Hernández fez uma época aquém do esperado e terá ainda de evoluir um pouco mais para poder assumir a titularidades dos merengues.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *