Tentativa de assassinato de António Muchanga. Um dos agentes da polícia de Moçambique conta tudo sobre a “operação”. Confira…

Segundo o jornal Noticia.co.mz, Um dos agentes da polícia de Moçambique, que esteve presente na “operação Muchanga“, assim se pode dizer, quebra o silêncio e conta toda a verdade.

A casa do cabeça-de-lista da Renamo na Matola esteve cercada por homens fortemente armados da Unidade de Intervenção Rápida (UIR), a antiga temida Força de Intervenção Rápida (FIR). O deputado e cabeça de  lista a Renamo, António Muchanga, refugiou-se na Assembleia da República por temer da sua integridade física, uma vez que a sua residência no Município da Matola encontra-se cercada de blindados e viaturas militares das Forças de Defesa e Segurança.

Mas agora o António Muchanga já se encontra em casa após retirada do contingente da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) que se encontrava cercando sua casa já há dias.

A retirada do contingente fortemente armado, incluindo blindados, teve lugar ontem (19.10) após intervenção do Presidente da Republica, Filipe Jacinto Nyusi.

Confira o áudio abaixo, gravado pelo agente da policia e partilhado nas redes sociais.



 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *